Painel do aparelho radiônico Órion II numerado.

O novo patamar da Radiônica brasileira

Radiestesia.net

A ausência de postagens recentes tem justificativa, estávamos totalmente envolvidos na criação de novos equipamentos radiônicos, resultado dos últimos 3 anos de reflexões, 2 anos de intensas pesquisas, noites sem dormir e muito trabalho, além de eventuais decepções com experiências frustrantes e uma marca na parede do laboratório, fruto do impacto de um protótipo inútil que consumiu dois meses de trabalho e foi arremessado em um momento de “impaciência”.

Antes de mostrar nossas novas conquistas, é interessante explicar o que nos motivou a realizar tal empreitada.

A Radiônica sempre nos fascinou pelas ferramentas que proporciona e pelos resultados alcançados, contudo, a arte, tal como praticada no Brasil, apresentava sérias limitações à sua popularização, tais como a grande quantidade de tempo que o usuário passava entre regulagens e emissões, a necessidade de adquirir várias unidades para obter produtividade, a indisponibilidade do instrumento para avaliações durante as emissões e a obrigatoriedade de repetir todas as regulagens cada vez que se emitia para uma mesma pessoa.

Tais ocorrências geraram várias desistências por parte daqueles que, mesmo reconhecendo os benefícios do uso de parelhos, não dispunham de tempo livre para se dedicar a técnica ou condições financeiras suficientes para adquirir vários instrumentos, enquanto outros apelavam para a criatividade, como o uso da Radiestesia na avaliação, reservando o aparelho apenas para a etapa do tratamento ou para elucidar possíveis dúvidas.

Havíamos resolvido parcialmente alguns desses problemas com a criação de instrumentos que permitiam tratamentos mais rápidos e a integração parcial da Radiestesia no caso da Aleph 2, mas ainda não estávamos nem um pouco satisfeitos, afinal nosso foco sempre foi o usuário.

Pensando em tudo isto estabelecemos s seguintes metas:

Criar máquinas radiônicas que facilitassem a vida do usuário, consumissem menos tempo, exigissem menores investimentos para a criação de um laboratório e permitissem total integração com a Radiestesia.

Desta forma desenvolvemos os aparelhos que mostramos abaixo, estes foram lançados no último sábado no VIII Congresso Brasileiro de Radiestesia e Radiônica, e sem dúvida elevam a Radiônica brasileira a um novo patamar nunca antes alcançado por instrumentos nacionais.

Aparelho radiônico Órion Plus

O novo patamar da Radiônica brasileira 1

Além de manter as características da versão anterior intocadas, a nova versão da Órion traz alterações importantes e um conceito revolucionário para a Radiônica brasileira.

A maior mudança em relação a Órion é a possibilidade de salvar dados de tratamentos para uso posterior,  tornando desnecessário reconfigurar o instrumento a cada nova sessão e aumentando consideravelmente o número de atendimentos diários .

Aparelho radiônico Órion Plus com cartão

Para isso o aparelho conta com uma exclusiva entrada para CDR (Cartão de Dados Radiônicos), que permitem o armazenamento dos diversos ajustes de cada tratamento, basta inserir o cartão e ligar a emissão para que o processo se inicie sem a necessidade de qualquer regulagem adicional.

Para entender como eles foram criados e seu funcionamento clique aqui.

Cada ajuste pode ser gravado em até 5 minutos, podendo ser adicionados até nove dados em cada cartão, tornando o processo radiônico mais prático e rápido. O que demoraria no mínimo 4 horas para ser realizado em um aparelho convencional (envio de 9 dados) pode ser realizado na Órion Plus em no mínimo 30 minutos!

Tal inovação representa uma importante economia para o operador, diminuindo a necesidade de adquirir várias unidades para o uso diário.

Aparelho radiônico Órion Plus com acesórios

Além disso a Órion Plus possui opcionais que integram totalmente a Radiestesia com a Radiônica, permitindo avaliações refinadas e de grande precisão através de uma exclusiva ponteira prospectora, sensor externo para a utilização de gráficos de medição e um exclusivo box externo para a adição de gráficos de Radiestesia, símbolos ou programação visual de tratamentos que reforçam os resultados alcançados.

EMISSOR RADIÔNICO LC-4 

Aparelho radiônico lc-4

Aparelho desenvolvido em resposta a um antigo apelo dos operadores brasileiros. Uma solução viável e definitiva para a necessidade de adquirir várias unidades. Isto ocorria porque cada tratamento exigia de 30 minutos a algumas horas de emissão diária, reduzindo bastante a disponibilidade dos instrumentos para avaliações e o números de emissões diárias.

Para resolver esta situação criamos também o Emisor radiônico LC-4, um aparelho para ser utilizado apenas para tratamentos e que possui 4 cavidades para testemunhos e 4 entradas para cartões programados, permitindo o tratamento simultâneo de até 4 pessoas de cada vez.

O novo patamar da Radiônica brasileira 2

Basta colocar os testemunhos em seus respectivos locais, inserir os cartões programados de tratamento nas entradas, e ligar as chaves de emissão para que os tratamentos se iniciem,  sem a necessidade de outros ajustes.

Seguindo o raciocínio anterior, onde reduzimos um tratamento de quatro horas para trinta minutos, agora é possível realizar o que levaria dezesseis horas de trabalho ininterrupto para trinta minutos, o que sem dúvida facilita a vida do operador, que pode dedicar o tempo restante a outras atividades.

A utilização conjunta da Órion Plus e a LC-4 permite ao operador tratar um grande número de pessoas por dia sem os  inconvenientes mencionados, maximizando o tempo e permitindo a utilização da Radiônica em sua plenitude.

Fique a vontade para saber mais sobre as vantagens e custos de nossas máquinas radiônicas.

About The Author

Sérgio Nogueira

Presidente da Associação Brasileira de Radiestesia e Radiônica (ABRAD). Possui formação ainda nas áreas de acupuntura, reiki, hipnose, magnetismo e outras, que utiliza de forma sinérgica em seu trabalho. Atualmente se dedica a atendimentos na área de radiestesia empresarial, auxiliando profissionais e empresas a atingirem seus objetivos.