Interação entre a mente e a matéria

Radiônica e a Mente

Recentemente passei por uma experiência interessante, que ajuda a ilustrar nossa capacidade de interagir com a matéria através da vontade, um dos pressupostos básicos da Radiônica. Já adianto que a história é difícil de acreditar, portanto não ficarei chateado com nenhum leitor que desconfie de minha estabilidade psíquica. Contudo peço que tenham em mente que se trata apenas de um relato pessoal, sem pretensões outras que não dividir um momento vivido.

Se você não sabe o que é Radiônica então o melhor começar por nossa Introdução a Radiônica.

Radiônica e o poder da mente

Meu computador enfrentava alguns problemas por ser um modelo antigo, e percebi a necessidade de atualizar o sistema para aumentar a velocidade do mesmo. Porém algumas dificuldades se impunham.

1- Atualizar pela internet estava fora de questão, minha conexão banda lerda 3g calculava entre 8 a 12 horas para baixar os arquivos, e da última vez que tentei desta forma uma falha de conexão durante o processo havia criado vários problemas me forçando a formatar o pc.

2- Usar um cd de atualização baixado da net era uma saída, assim eu poderia baixar via torrent reduzindo o tempo, o único detalhe é que meu leitor de cd está com o laser fraco e não lia nenhum cd a mais de 20 dias.

Pesquisando sobre o assunto descobri que era possível baixar uma imagem .iso (imagem de cd) e abri-la direto no pc sem a necessidade de gravar e rodar o cd. Lindo em teoria, porém na prática o arquivo se recusava a abrir, tentei de todas a formas e nada, isto me levou novamente a estaca 0. Pois é, tem certos dias que parece que nada ajuda.

A unica  saída era gravar o cd e atualizar através do mesmo, mas como se meu leitor não gravava nem lia?

Experiência Psíquica

Bom, se durante o processo de projeção radiônica existe uma relação estreita entre a mente do operador e o aparelho radiônico utilizado, então talvez fosse possível, dependendo dos fatores envolvidos, estabelecer um tipo de relação com o leitor de disco. Na verdade eu nada tinha a perder com a realização de uma pequena experiência, e admito que o fato de estar sozinho em casa ajudou, não tinha ninguém para aconselhar aos familiares uma possível intervenção médica.

Em uma tentativa a la Uri Geller eu peguei meu gravador de cd/dvd quebrado, que é externo, coloquei entre as mãos e mentalizei firmemente que ele iria gravar e ler o cd de atualização, pluguei ele no pc e coloquei um disco nele, qual não foi minha surpresa ao descobrir que ele reconheceu o cd virgem na unidade!

Gravei a imagem ainda temeroso, ele fazia uma barulho enorme e parecia que ia decolar a qualquer momento. Terminada esta parte rodei o cd e dei início a atualização entre as reclamações e assovios do aparelho. Fiz assim, coloquei a mão sobre o leitor e mentalizei o laser dele mais forte, e ele começou a ler o cd. Porém o sistema calculava uma hora e meia para finalizar o processo, ele conseguiria?

Durante uns 20 minutos fiquei com a mão nele com uma concentração xamânica enquanto ele processava as informações, depois deste tempo achei que seria inútil continuar desta forma, precisava fazer outras coisas, tirei a mão e passei a me preocupar com uma aula que tinha que montar. Depois de 2 minutos começou a mostrar erros e fui avisado que provavelmente o processo deveria ser cancelado. Porém eu já tinha chegado até aqui e não estava disposto a desistir agora, coloquei minha mão novamente e mais uma vez ele voltou ao normal.

Pilha de Radiestesia

Concluí que eu estava com sérios problemas, se de fato minha energia estava fazendo com que o laser óptico conseguisse a força necessária para ler os dados, seria complicado manter isto por mais uma hora pelo menos sem um grande desgaste, então tive uma idéia, peguei uma pilha de Radiestesia robusta e a coloquei sobre um ponto do leitor escolhido através da Radiestesia. Ativei a pilha com um comando usando um pêndulo Egípcio e……pois é, ele continuou lendo sem que eu precisasse me ocupar dele novamente até o final do processo. Cada vez mais barulhento e por vezes dava a impressão que iria parar de vez, mas fez seu trabalho e finalmente o computador foi atualizado.

Aproveitei para tirar umas fotos do leitor em questão com a pilha sobre ele para dar uma idéia de como ficou a coisa.

Depois de tudo terminado

E o leitor de cd?

Ah sim, ele não leu mais nenhum cd até o momento, voltou ao que era ontem de tarde e não reconhece nenhum disco inserido na unidade. Acho que depois colocarei uma pilha nele novamente para ver se volta a funcionar.

Na Radiônica o processo utilizado é exatamente este, embora os aparelhos já sejam criados de forma que permitam esta interação de forma simples e sem desgaste do operador. Quando o usuário foca sua mente na avaliação ou tratamento proposto é feita uma íntima conexão que permite a mente humana programar o aparelho da forma adequada ao fim em questão.

A má notícia é que a atualização não ajudou em nada, o computador continua uma carroça.

About The Author

Sérgio Nogueira

Radiestesista com sólida formação na área e mais de 20 anos de experiência. Possui formação ainda nas áreas de acupuntura, reiki, hipnose, magnetismo e outras, que utiliza de forma sinérgica em seu trabalho. Atualmente se dedica a atendimentos na área de radiestesia empresarial, auxiliando profissionais e empresas a atingirem seus objetivos. Sergio Nogueira no Google+

Comente este artigo