radiestesistas-agua-dual-rod

Empresas britânicas utilizam radiestesistas

radiestesista água dual rod

Dez, entre doze empresas britânicas que trabalham com encanamentos, reconheceram que ainda hoje empregam radiestesistas para localizar vazamentos e outros problemas em tubulações.

A notícia, que é uma evidente demonstração da confiança que estas empresas tem na eficácia do método, acabou gerando uma onda de acusações por parte dos céticos, que não tendo muito como confrontar fatos alegam que os clientes poderiam estar pagando a mais pelos serviços porque empresas estariam repassando o curso da pesquisa com radiestesia aos clientes.

É uma teoria capenga e sem nenhum embasamento, na verdade o mais provável é que, usando a radiestesia, estas empresas estejam trabalhando mais rápido, quebrando menos pisos e portanto gerando menor custo aos seus clientes.

Porém, a agência reguladora do setor está sendo pressionada para proibir que as empresas utilizem radiestesistas, sob a alegação acima e também com a alegação de que a técnica não funciona, e para corroborar a acusação citam os estudos do Dr. Hans Dieter Betz em Munique, um dos estudos mais utilizados para contestar a radiestesia.

Detalhe, no relatório final o Dr. Betz defende a radiestesia e mostra resultados excepcionais de alguns operadores, embora conclua que o conjunto não se saiu bem, em outras palavras, Betz entende que a radiestesia funciona mas que nem todos que alegam ser radiestesistas o são, algo que já sabemos faz alguns séculos.

Hans Dieter Betz

Hans Dieter Betz

“Alguns poucos radiestesistas mostraram uma taxa extremamente elevada de sucessos que não podem ser explicadas pelo acaso, de forma que o núcleo da rabdomancia pode ser considerado como provada empiricamente.”

Curiosamente o relatório do autor da pesquisa não é levado em conta neste caso.

Qualquer hora farei um artigo apenas sobre esta pesquisa e seus resultados, que na verdade são bem diferentes do que se divulga.

Devido a denúncia, as empresas foram questionadas, e entre 12 empresas consultadas 10 delas não só admitiram o uso de radiestesistas, mas algumas defenderam veementemente sua utilização, e convidaram os críticos para uma demonstração.

É pura e simples perseguição, não existe outra forma de interpretar o quadro e as alegações são simplesmente ridículas.

Vamos esclarecer

Não existe nenhum outro motivo para 10 entre 12 empresas do ramo usarem a radiestesia que não a certeza de que ela funciona.

Empresas de encanamento, bem como outras empresas de serviços, dependem basicamente de resultados, e se eles não vissem os resultados certamente não seria necessário que nenhuma agência reguladora proibisse o uso da radiestesia, eles já a teriam abandonado há muito tempo, afinal, por quê continuar com algo que não dá resultados após anos de tentativas frustradas?

Certamente existem movimentos de céticos por trás desta pressão toda, as mesmas pessoas que dizem que a radiestesia não é eficaz e que os radiestesistas não pesquisam nem apresentam resultados tentam impedir as pesquisas de campo, por eles a técnica seria proibida e ponto final.

Só podemos dar uma resposta a la Galileu¹ quando este, de acordo com alguns, teve que se retratar de seu “erro”:

Eppur si muove”
E contudo gira.

A verdade é bem simples, em pleno século 21, com toda tecnologia disponível, a radiestesia ainda é utilizada em diversos campos, e não o é por outro motivo que não os resultados obtidos, gostem ou não os céticos.

Imagine a gritaria que ocorrerá quando alguém começar a dizer que muitas empresas que localizam água no subsolo, e que possuem resultados maiores que a concorrência, também usam radiestesia.

Fonte

https://www.theguardian.com/business/2017/nov/21/uk-water-firms-admit-using-divining-rods-to-find-leaks-and-pipes

Notas

1 – A frase de Galileu é parte de uma tradição, não se sabe se de fato foi proferida.

About The Author

Sérgio Nogueira

Radiestesista com sólida formação na área e mais de 20 anos de experiência. Possui formação ainda nas áreas de acupuntura, reiki, hipnose, magnetismo e outras, que utiliza de forma sinérgica em seu trabalho. Atualmente se dedica a atendimentos na área de radiestesia empresarial, auxiliando profissionais e empresas a atingirem seus objetivos. Sergio Nogueira no Google+

Comente este artigo