fbpx

Introdução a Radiônica

[video_player type=”youtube” style=”1″ dimensions=”560×315″ width=”560″ height=”315″ align=”center” margin_top=”0″ margin_bottom=”20″ ipad_color=”black”]aHR0cHM6Ly93d3cueW91dHViZS5jb20vd2F0Y2g/dj05NDdpRE5UemRuRQ==[/video_player]

Atualizado em 24 de Julho de 2017

reconfigurada

Nos últimos anos ouvimos falar muito de Radiônica, foram lançados livros e artigos em revistas e na internet que tratam sobre o tema, mas infelizmente existe uma certa confusão quanto ao que vem a ser Radiônica. Folheando obras que tratam do assunto descobrimos que estes, embora falem de aparelhos de Radiônica se concentram muito nos gráficos de Radiestesia, existem também alguns dispositivos geométricos tridimensionais disponíveis no mercado que utilizam o termo Radiônica em suas propagandas, isto ocorre porque a palavra virou sinônimo de emissão de energia a distância utilizando-se de um suporte material.

Porém tais definições são bastante generalizadas e equivocadas.

O que é Radiônica?

É a utilização de aparelhos eletro-eletrônicos, magnéticos ou mecânicos para a interpretação e transmissão de informações vibracionais.

Um aparelho de Radiônica pode ser definido como um sintonizador de frequências biológicas não detectáveis através dos meios usuais que utiliza da percepção extra-sensorial do operador para mapear o campo energético do elemento pesquisado.

A técnica surgiu na década de 20 nos Estados Unidos graças ao trabalho incansável do Dr. Abrams, médico de São Francisco que dedicou boa parte de sua vida à pesquisa e ao desenvolvimento dos aparelhos radiônicos, para maiores informações sobre a parte histórica consulte o link História da Radiônica.

Ao contrário do que muitos imaginam as máquinas radiônicas não emitem energia exatamente, mas sim informações codificadas que interagem com os campos mórficos (campos de energia formativos e informativos descobertos pelo biólogo Rupert Sheldrake). Neste aspecto ela guarda semelhanças com outras terapias holísticas que são primariamente informativas, tais como a Acupuntura, os Florais de Bach ou a Homeopatia.

Tais instrumentos devem possuir algumas características especiais, entre estas, as principais são:

  • Serem passíveis de regulagem pelo operador.
  • A energia do terapeuta deve ser totalmente preservada durante o processo, ou seja, o aparelho não deve descarregar ou sobrecarregar o operador durante o trabalho radiônico.
  • Devem ter um princípio elétrico, magnético ou mecânico em seu funcionamento.

Vamos discutir um pouco melhor estes pontos.

Um aparelho de Radiônica trabalha em conjunto com a mente, é um aliado dela, é diferente de uma televisão, que ligo e sintonizo automaticamente. O instrumento radiônico amplifica a percepção mental latente do operador. O mesmo não se dá com outros dispositivos comercializados atualmente, os gráficos, por exemplo, são formas que captam a energia e a transformam, criando uma frequência específica, que pode ser utilizada para determinados fins pré-estabelecidos, mas não possuem as características de uma máquina Radiônica. A confusão é antiga, os famosos irmãos belgas Servranx já relacionavam o termo Radiônica aos gráficos por eles desenvolvidos, muitas publicações em vários países fazem o mesmo, mas como foi dito, conceitualmente existe um erro.

Possibilidades do uso da Radiônica

A Radiônica, com todo seu instrumental foi utilizada para muitas coisas, principalmente para tratamentos de saúde. A maioria dos dispositivos existentes tem esta finalidade, eles possibilitam detectar problemas orgânicos, captam e emitem frequências que tendem a restabelecer o equilíbrio perdido, e mesmo quando não podem trazer a tão almejada cura, elas representam um reforço para qualquer tipo de tratamento convencional, ativando os mecanismos de defesa do organismo e acelerando o processo homeostático.

São máquinas geralmente simples, tornando-se uma alternativa válida aos custosos processos de cura alopáticos, no entanto é uma técnica pouco utilizada, e isto se deve a vários fatores, que serão discutidos em outro momento.

Gostaríamos de esclarecer desde já, que a Radiônica funciona, ela é real e, ao contrário de muitas artes místicas, ela proporciona resultados palpáveis, podendo ser empregada em diversas áreas, funcionando independente da crença pessoal. Aliás, ela dará bons resultados até mesmo em casos em que a pessoa não saiba que está sendo tratada, como todo operador bem sabe. O internauta pode consultar a entrevista de Hierônymus ou as experiências com Radiônica para ter uma noção mais apurada das possibilidades da técnica.

Utilizamos a Radiônica como complemento em muitos tratamentos, presenciais ou à distância, em alguns casos ela serve como suporte, a pessoa se trata presencialmente um dia por semana e durante os outros recebe emissões terapêuticas, proporcionando resultados mais rápidos para o cliente.

Observamos entre outros, casos em que o uso de tranquilizantes para dormir tornaram-se desnecessários, certa vez uma mulher nos procurou, sua queixa era a dificuldade para dormir, colocamos seu testemunho na máquina Radiônica e a regulamos, no dia seguinte ela entrou em contato dizendo que durante a tarde, em meio a uma reunião na empresa ela sentia dificuldade em manter os olhos abertos, chegou mesmo a cochilar criando um certo embaraço profissional, porém depois deste evento, seu sono se restabeleceu em curto espaço de tempo. Em um outro caso, ocorria exatamente o oposto, a pessoa dormia muito, cerca de dez horas por noite, mas perdia rapidamente a vitalidade, não marcava compromissos durante a noite porque deitava-se entre 18:00hs e 19:00hs, após um mês do inicio do tratamento conseguia ficar acordada até as 22:00hs.

Estes exemplos são suficientes para ofertar uma ideia do que é possível atingir através da técnica quando utilizada corretamente.

radionica fisica quântica
Dr. Abrams

Sempre houveram grandes polêmicas envolvendo o tema desde sua criação pelo Dr. Abrams (cuja foto vemos à esquerda), os opositores do sistema sempre a ridicularizaram como algo místico, aludem ao fato de que na maioria das vezes estas máquinas são compostas por esquemas elétricos infantis e que a teoria Radiônica contraria as leis da biologia tradicionalmente aceita.

Embora simples o método funciona, tornando possível a resolução de diversos problemas de saúde, existem aparelhos que transmitem a informação de um floral ou medicamento homeopático diretamente ao campo energético de um ser vivo, sem que este tenha a necessidade de ingerir o componente. Existem ainda técnicas aplicadas a agricultura que proporcionam defesa contra pragas, sem que o agricultor tenha que recorrer a elementos nocivos, bastando colocar uma amostra da terra no aparelho em conjunto com um pouco de defensivo para que a informação se difunda pela a plantação.

Embora simples a Radiônica funciona, através de seus aparelhos podemos resolver diversos problemas de saúde, existem aparelhos que conseguem injetar um floral ou homeopático diretamente na aura de uma pessoa, sem que esta tenha a necessidade de ingerir o medicamento, existem ainda aparelhos que podem aplicar agrotóxicos em toda uma plantação sem que se tenha que derramar tal elemento nocivo no solo, basta colocar uma amostra da terra em um lugar pré determinado e uma amostra do agrotóxico para ser transmitido.

O papel de mente na Radiônica

Um ponto que não pode passar despercebido é o seguinte:

Não é o equipamento de Radiônica o verdadeiro causador dos efeitos mencionados acima, o aparelho não age por si só, é a mente do usuário que direciona o dispositivo para o fim almejado, assim o aparelho funciona como um amplificador dos padrões psíquicos do operador, da mesma forma que o microfone amplifica a voz.

Uma vez regulado, o aparelho radiônico transmite de forma intermitente a informação para a qual ele foi programado, sem perdas ou distorções.

A popularização da radiônica

Para aqueles que se interessavam pelo tema, e sonhavam possuir uma máquina para trabalhos práticos, sempre esteve reservado um calvário difícil de transpor, não era nada fácil ter um aparelho destes, em geral as máquinas disponíveis eram importadas, tinham altos custos para aquisição, e muitas delas simplesmente não eram eficazes.

As inglesas, por exemplo, que são muito boas, possuem custo mínimo de 600 Euros, e os manuais, quando acompanham o dispositivo, estão em inglês, o que sempre dificultou o estudo daqueles que não dominam o idioma. Não existiam cursos específicos sobre o tema e os que eram anunciados como “radiônica” em geral abordavam apenas o uso dos gráficos de radiestesia. Tudo isto atrapalhou muito a popularização de um dos meios mais eficazes de intervenção energética que se tem notícia na história.

Buscando reverter este quadro, desenvolvemos aparelhos radiônicos multifuncionais a custos acessíveis que seguem as últimas tendências mundiais, e pela primeira vez disponibilizamos cursos específicos sobre a técnica para todas as pessoas, radiestesistas ou não.

Esperamos com isto, auxiliar aqueles que desejam aprender, mas não encontravam meios de externar seus anseios.

Faq radiônica

[content_toggle style=”1″ label=”O que é radiônica?” hide_label=”Ocultar”]

Uma técnica vibracional que utiliza aparelhos eletro eletrônicos para gerar emissões de energia para um fim que se tenha em mente.

[/content_toggle]

[content_toggle style=”1″ label=”Radiônica serve para tratamentos de saúde?” hide_label=”Ocultar”]

Como muitos aparelhos de Radiônica possuem a capacidade de emitir freqüências energéticas harmônicas ao campo vibracional humano ela tem sido bastante utilizada para este fim, porém este não é o seu único campo de atuação.

[/content_toggle]

[content_toggle style=”1″ label=”Radiônica é um tratamento baseado na fé?” hide_label=”Ocultar”]

De forma alguma, quando informamos que os aparatos radiônicos funcionam em conjunto com a mente do operador é natural que surja esta dúvida, mas não existe esta relação, o que ocorre é que o funcionamento do aparelho está condicionado a capacidade da pessoa que opera o aparelho como a capacidade de produção de um pincel está ligada ao talento do pintor. Aliás, quando eu mesmo comecei a trabalhar com a Radiônica tudo o que eu não tinha era muita fé.

[/content_toggle]

[content_toggle style=”1″ label=”Como definir a sensibilidade radiônica?” hide_label=”Ocultar”]

Por capacidade entendemos o grau de capacitação técnica que a pessoa possui, aliada a fatores tais como a quantidade de informações que a pessoa tem sobre o fim proposto por exemplo, o talento do operador, o nível de concentração que a pessoa possui enquanto se foca no que deseja e alguns outros quesitos.

[/content_toggle]

[content_toggle style=”1″ label=”E para receber o tratamento, a pessoa precisa ter fé?” hide_label=”Ocultar”]

Menos ainda, eu já tratei pessoas que nem sabiam que estavam sendo tratadas, pessoas hospitalizadas ou inconscientes, nada disto atrapalha. Então para operar equipamentos radiônicos a pessoa precisa possuir a capacidade de se concentrar muito desenvolvida ? Não! Para os trabalhos de radiônica a pessoa precisa possuir um mínimo de concentração, sendo que o grau necessário é muito menor que em outras formas de trabalho mental, porém por alguns instantes ela precisa se focalizar no que está buscando por alguns instantes.

[/content_toggle]

[content_toggle style=”1″ label=”A Radiônica é uma técnica que pode resolver tudo?” hide_label=”Ocultar”]

Não, é uma técnica bastante eficaz que tem demonstrado resultados, porém é errado pensar nela como a solução para todos os problemas. Prefiro pensar nela como uma ferramenta bastante útil para tratar vários aspectos da problemática humana, fuja de pessoas que prometem resultados fantásticos sempre.

[/content_toggle]

[content_toggle style=”1″ label=”Ao adquirir um aparelho os resultados obtidos são imediatos?” hide_label=”Ocultar”]

Desde o início a pessoa poderá obter resultados e mesmo dimensionar seus êxitos, porém devemos alertar para o fato de que como tudo neste vida a Radiônica exige preparo e treinamento. Gosto de comparar um aparelho de Radiônica com um instrumento musical, uma pessoa que adquire um piano sem estudo anterior não estará tocando sinfonias complexas em pouco tempo, ela começa de coisas simples e com esforço vai aprofundando seus conhecimentos musicais, para que sua técnica seja completa ela precisa de um bom balanço entre conhecimentos teóricos e práticos, terá que repetir os exercícios várias vezes até que tudo ocorra de forma automática, na Radiônica não é diferente, desconfie de dispositivos ou técnicas que prometam resultados sem esforços e retorno imediato.

[/content_toggle]

 

27 comentários em “Introdução a Radiônica”

  1. OI Ryane
    Teoricamente elas estão relacionadas em partes a radiestesia de ondas de forma, em partes a psiônica, que depende fundamentalmente da mente humana. A maioria destas mesas contudo não respeitam as regras de ondas de forma.
    Porém elas não possuem relação com a radiônica.

  2. Olá Sergio, em vários sites colocam que a “mesa radiônica”, faz parte ou é um complemento da radiestesia, isso então não condiz com a verdade, o que seriam essas mesas?

  3. Oi Simone
    Nós temos um curso específico para radiônica que é muito bom. Não está nos seus planos um curso agora? Então aproveite e se inscreva em nossa lista de e-mails, eventualmente fazemos vídeo conferências sobre o tema, e você saberá de qualquer coisa que postarmos.

  4. Oi Dulce
    Na verdade não existe mesa radiônica, porque não se trata de radiônica. Radiônica é o uso de aparelhos eletro eletrônicos com fins de envio de informações vibracionais. Neste caso o ideal para se ter uma noção é fazer um bom curso do tema (temos um excelente a distância) e adquirir um aparelho para as práticas.

  5. Gostaria de saber trabalhar com uma mesa radionica e gostaria que me indicassem como devo iniciar, conheço radiestesia e tenho varios pendulous. mas não sei trabalhar com os ângulos . Agradeço as v/instruções.

  6. Sim, interferências são inclusive comuns no início. O melhor meio de superar isto é através dos exercícios e disciplinas proporcionadas por um bom curso, o acompanhamento de um professor de eficácia comprovada e prática, muita prática

  7. Boa tarde,
    Estou estudando radietesia e preciso tirar uma dúvida, se puder me ajudar.
    Eu(operadora) posso influenciar/interferir na resposta do pêndulo?
    Se sim, como faço para ser neutra?
    Agradeço muito se puder me ajuadar.
    Um abraço com muirta luz.
    Tecah

  8. Oi Edgar
    Os cartões Sanjevinni utilizam uma técnica de radiônica elaborada por Malcoml Rae, quando usados sem aparelhos os resultados serão menores do que seu uso em um emissor, que amplifica suas capacidades.

  9. Radiónica con aparelhos e cartas radionicas e a mesma coisa que a tecnica indu Sanatana Sai Saanjevinni? que trabalha con graficos chamados frangancias curativas, que mediante horacoes e a radistesia foran confeccionados e que tem poder curativo?

  10. Oi Darcio

    Sobre o trabalho do Sr. Ribault penso que sua principal contribuição foi auxiliar na divulgação da Radiônica em uma época em que nada havia a respeito no Brasil, seu livro Radiônica, a Ciência do Futuro foi fonte de informações para muitas pessoas, entre as quais eu. Quanto ao Psico gerador não se trata de Radiônica clássica, mas entre as diversas mesas existentes é, na minha opinião, a que mais se aproxima do sistema radiônico, e quando não o incluo no campo de aparelhos radiônicos tampouco diminuo seu mérito, é uma boa ferramenta que já utilizei com resultados positivos, em uma ocasião foi mesmo surpreendente.

  11. Bom dia,
    Gostaria de saber sobre o papel do Prof. Juan Ribaut na radionica já que foi ele quem criou o psicogerador radionico conhecido como mesa radionica.

  12. Khadhyscha Campos

    Olá Sérgio

    Gostaria de saber do uso da radiônica em pessoas portadoras da Síndrome de Tuner.

    Atenciosamente
    Khadhyscha

  13. Veja bem, a medicina tem muitos e grandes méritos, talvez seja o caso de se pesquisar o que pode ser feito em paralelo. Porém é impossível afirmar com certeza algo antes de conhecer melhor o problema e avaliar a questão. Seria necessário uma avaliação do caso para lhe dizer algo de forma mais segura. Se quiser estamos a disposição.

  14. Adilson Oliveira

    Olá Sérgio!
    Sei pouco sobre radiestesia ou radionica, tenho um filho deficiente mental leve, deficiente motor e com baixa visão.
    Não confio na medicina alopática e estou procurando algo na medicina alternativa para ajudá-lo.
    Você acha que tem como desenvolver alguma coisa para beneficia-lo?
    Se preciso for, gostaria de estudar mais sobre o assunto.
    Obrigado e Saudaçoes.

  15. Está em boas companhias então. Se você vier ao congresso de Novembro nos conheceremos pessoalmente. precisando de algo entre em contato.
    Atenciosamente
    Sérgio nogueira

  16. Olá Sergio,
    Aqui em Florianópolis eu trabalho junto com o Flavio Girol e o Marcelo Althoff, do Instituto Magnus de Domotherapia. Acompanho os projetos de domoterapia e tenho aprendido muito com eles… estou acompanhando seu blog também!
    Abração e parabéns pelo belo Trabalho!

  17. Olá Luciano
    Obrigado por participar e ajudar a divulgar nosso trabalho.
    Infelizmente ainda temos uma falha muito séria no tocante a conceitos em nossa área, fruto de décadas de informações precária e de interpretações mais ou menos distorcidas que foram feitas sobre textos clássicos. Mas estamos trabalhando para reverter este quadro.
    Parabéns pelo Blog.
    Atenciosamente
    Sérgio Nogueira

  18. Olá Sérgio,
    Estava procurando um texto que justifique o uso inadequado dos termos “gráficos radiônicos”, ou “mesas radiônicas” e encontrei seu texto, muito bem embasado e didático.
    Vou mencioná-lo em um post que estou escrevendo sobre o tema!
    Abraço Forte!

  19. Caro Wellington

    Sobre as chamadas mesas radiônicas o que posso lhe dizer é que o nome é incorreto, não se trata de dispositivos radiônicos por não conterem princípios de Radiônica.
    O mais correto seria chamá-las mesas radiestésicas ou de Ondas de Forma.
    Aparelhos radiônicos devem ter um princípio elétrico, mecânico ou magnético de atuação.
    Outro detalhe é que aparelhos radiônicos, embora estejam intimamente ligados a mente do operador, devem preincindir de crenças, orações e meditações para funcionar; se um dispositivo depende de petição a algum ser para funcionar ele não é radiônico.
    Esta posição que eu defendo é também a posição da Associação Brasileira de Radiestesia Wellington.
    Porém, nada do que escrevi é um juízo de valores, não estou dizendo que não funcionem, eu testei somente alguns modelos e não posso falar por todos quanto a eficácia.

    Atenciosamente
    Sérgio Nogueira

  20. Sobre as mesas ou prânchas radiônicas, carregadas de símbolos e cores, e que se utiliza apenas o pêndulo e os comandos mentais e em algumas verbais.O que você acha? Você já testou a eficácia de alguma?

  21. Oi Antônio

    Sobre o trabalho do Dr. Simoncini é necessário ainda mais detalhes, suas ideias são interessantes e polêmicas. Mantenho a mente aberta e acompanho o debate sobre o tema, porém esta é apenas uma visão do câncer, existem outras, tem um outro médico que defende que o câncer nasce do desequilíbrio entre a água mais ácida e a mais alcalina nas células. E interessante, o bicarbonato auxilia no equilíbrio do ph. Mas por quê você iria querer usar radiônica para um processo tão simples? A Radiônica não transporta elementos físicos de um ponto para outro Antônio. Mas age de forma informativa, neste sentido se pode pesquisar algo, mas o que vi do processo ele é bastante simples para que se pense em substituição.
    Qualquer coisa detalhe mais o que você está querendo.

    Abraços

  22. Antonio Alcantara de Oliveira

    Um médico italiano descobriu que o crecimento exagerados das células cancerosas é um mecanismo de defesa do organismo comtra a causa, que é o fungo de nome ‘CANDIDA’. Descobriu tambem que lavando o orgao afetado com bicarbonato de sódio, elimina o fungo e o tumor desaparece. como esse procedimento não é patenteado e não gera nem um lucro, os hospitais não tem autorização para fazer, pois o mais importante não é a saude, sim o dinheiro. Eu pergunto: e posivel fazer esse procedimento atrvés da radionica?

  23. @Carla Moreno
    É uma ótima pergunta
    Ambas se baseiam no princípio da sensibilidade as radiações como meio de investigação das energias a nossa volta.
    A diferença são os instrumentos utilizados basicamente, enquanto na Radiestesia temos o pêndulo na Radiônica utilizamos principalmente aparelhos eletrônicos, magnéticos ou mecânicos.
    na Radiestesia temos uma maior facilidade para efetuar análises, e os tratamentos radiônicos em geral permitem uma sintonia muito mais apurada.
    Estas são algumas diferenças.
    Para quem não conhece nenhuma das duas aconselhamos a começar pela Radiestesia, que dará uma boa base para um estudo sobre Radiônica no futuro.

  24. Parabéns pela matéria, está bastante concisa e ajuda a esclarecer sobre o tema.
    Tenho uma pergunta, qual a exata relação entre radiestesia e radiônica?

    Sds

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima