radiestesista Sérgio Nogueira

Como se tornar um bom radiestesista?


É uma dúvida muito comum, e infelizmente penso que muitos falharam em dar uma boa resposta.

Existe um caminho para se tornar um bom radiestesista, e o caminho é composto de dois elementos principais.

  1. Conhecimento técnico;
  2. Treinamento.

O conhecimento técnico é fácil ser explicado, mas infelizmente o treinamento não, pois não se trata simplesmente de praticar, mas de um sistema de práticas preciso e com foco definido, objetivando resultados muito específicos.

É aí que a maioria dos cursos tem falhado sistematicamente em entregar aos alunos um método de treinamento consistente, em que cada exercício tenha objetivos claros.

O treinamento em radiestesia deve ser focado e preferencialmente sequencial, onde cada etapa é desenvolvida em um momento, e com um encadeamento lógico.

Por exemplo

É muito legal que o aluno, em um curso básico, veja uma demonstração, ou mesmo utilize um pêndulo de cone virtual, é legal e divertido, mas só isto, pois a falta dos passos anteriores fará com que ele não utilize bem o instrumento. Então, o tempo que foi gasto nesta aula poderia ser melhor utilizado em elementos que lhe fossem mais aproveitáveis no início.

Nosso sistema

O sistema que usamos na Escola Internacional Radiestesia.net foi criado para proporcionar resultados, para isto, cada curso tem um foco definido, e dentro de cada curso as etapas foram desenvolvidas para proporcionar o máximo de resultados, este é o “segredo” de nosso sucesso.

Espero que goste do vídeo, e que ele possa ser útil em seu desenvolvimento. Não se engane com a simplicidade do que é dito, se você está no começo isto pode fazer uma grande diferença em seu desenvolvimento.

About The Author

Sérgio Nogueira

Terapeuta Holístico com sólida formação na área e mais de 20 anos dedicados a pesquisa e desenvolvimento de novas abordagens no campo de radiestesia e radiônica. Sergio Nogueira no Google+

Comente este artigo