Introdução

Para entendermos o é Terapia Holística em primeiro lugar devemos entender o que é terapia. De origem grega, o termo thaerapia significa “Servir à Deus”, se voltarmos no tempo veremos que para nossos antepassados a saúde era algo sagrado e aqueles que se dedicavam ao seu estudo formavam uma espécie de casta sacerdotal.

Holístico (outro termo de origem grega), significa o Todo, o conjunto, porque dentro do conceito holístico as doenças não devem ser catalogadas de forma mecânica, mas devem ser analisadas dentro de um todo. O homem não é apenas o corpo físico e perecível, o homem sente, pensa, e tais processos interferem em sua constituição. Enfim, a Terapia Holística propõe um novo paradigma de saúde, utilizando métodos naturais e na maioria das vezes pouco invasivos, entre as técnicas mais conhecidas de abordagem holística temos a acupuntura, o reiki, a fitoterapia e a radiestesia.

Funciona?

O vídeo que encabeça o post, foi parte de uma reportagem no Jornal Nacional, e nos dá uma ideia do potencial das técnicas holísticas.

Observe que, no fim do vídeo, é divulgado a queda de 50% de internações em 8 meses de experiências.

Exemplos:

A febre, por mais que saibamos não se tratar de uma doença, continua sendo tratada como tal, priorizando o sintoma e deixando a causa de lado. As inflamações são um outro exemplo de alerta do organismo, contudo as causas geralmente são ignoradas nos tratamentos convencionais, que se concentram no desaparecimento da inflamação em si, o que de acordo com a Terapia Holística, não resolve a causa, mas faz com que surjam novas manifestações da mesma, e cada nova manifestação tende a ser mais intensa que a anterior.

A Terapia Holística parte de uma outra abordagem, procurando as causas do problema ao invés de concentrar-se nos sintomas, ou seja, “trata o doente e não a doença”, buscando localizar os fatores emocionais, mentais e energéticos que criaram a condição para que a patologia tenha se instalado.

Método

orion-radiestesia-radionica-box-externo

Mas como é feito isto? Onde estão estas informações?

Basicamente no campo vibracional da pessoa, na Aura, nos Chacras e na estrutura energética que compõe a totalidade do indivíduo, tais informações podem ser acessadas de várias formas diferentes, a Radiônica por exemplo utiliza aparelhos eletrônicos para este fim (um destes aparelhos pode ser visto a esquerda), analisando a atividade vibratória da pessoa para detectar possíveis anomalias.

Uma das vantagens da Terapia Holística é a inexistência de padronização dos tratamentos, cada caso é um problema com características próprias e que requer uma abordagem única, exatamente o contrário do que é feito comumente, em que uma doença é tratada mecanicamente com tratamentos padronizados que não levam em conta a individualização1.

Nada do que expusemos até o momento é uma teoria nova, trata-se porém, de concepções milenares que antecederam algumas descobertas recentes da medicina, o papel das emoções e pensamentos na saúde humana por exemplo, é estudado a pouco tempo na medicina convencional e hoje abundam pesquisas indicando os efeitos terapêuticos do sorriso, bom humor, harmonia afetiva e contentamento sexual (para citar apenas alguns exemplos).

No oriente contudo, tais conhecimentos nortearam os últimos 4.000 anos de pesquisas na área da saúde com resultados fantásticos, no ocidente podemos encontrar rudimentos deste modo de ver entre várias civilizações, e também teorias muito refinadas entre povos antigos, como os nativos do Hawaí, que dentro de uma ciência milenar já descreviam processos avançados de Psicologia e Terapia.

Hipócrates (? 460- 377 AC), o pai da medicina, tinha sobre esta, ideias que muito destoam do que atualmente encontramos nas faculdades. Paracelso (1490-1541) falou sobre o impacto das emoções e pensamentos sobre a saúde humana há mais de quinhentos anos, Samuel Hahnemann (1785 – 1843) elaborou toda a teoria homeopática partindo da visão Holistica, para ele o menos importante era saber o nome da doença, sendo o ponto crucial conhecer o doente.

Para o terapeuta holístico é da máxima importância conhecer o “paciente”, seus hábitos, sua vida, alimentação, vida afetiva etc., cada informação tem o seu lugar dentro deste processo.

Percebemos, pelo exposto acima, que a Terapia Holística é parte de um conhecimento milenar, que antes de ser negado, dia a dia é confirmado por pesquisas ao redor do mundo.

Por estes e outros motivos recomendamos a todos que procurem um terapeuta holístico, ainda que não exista algum problema de saúde diagnosticado, as Terapias Holísticas são tanto preventivas quanto reparadoras, visando sempre a qualidade de vida do homem e o seu retorno aos hábitos saudáveis e naturais.

1Em defesa deste procedimento observamos que a medicina convencional lida com grandes grupos, e boa parte do sistema de saúde (principalmente público) não permite ao médico, ainda que este queira, personalizar tratamentos.

Gostou? Então inscreva-se em nosso

site e tenha acesso a:

  • Curso Gratuito sobre o Bastão Dorje

  • Dicas e técnicas por e-mail

  • Novidades e promoções sobre nossos
    produtos

 

{{FORMMESSAGE}}